Vaporizar e-líquido sem nicotina é seguro?

0
43184
vaporizar e-líquido sem nicotina

A maioria dos especialistas em saúde concordam que os cigarros eletrônicos são muito mais seguros do que o cigarro tradicional, mas muitos fumantes que estão pensando em experimentá-los ainda têm algumas perguntas. Uma das coisa que se ouve com certa frequência é a pergunta: “Vaporizar e-líquido sem nicotina é seguro?”

Isso é estranho porque, geralmente, as pessoas alegam que não é seguro vaporizar e-líquido com nicotina. Os perigos exagerados dessa droga leve são uma das razões mais citadas pelas quais os cigarros eletrônicos são ruins e devem ser controlados.

Alguns países chegaram a aprovar leis que restringem o conteúdo de nicotina; na Europa, os líquidos mais fortes que podem ser vendidos são 20mg/ml, e na Austrália você não pode comprar legalmente e-líquido com nicotina.

Na verdade, os “perigos” da nicotina são em grande parte imaginários. Sim, é venenoso em grandes doses, mas as concentrações e quantidades em um e-líquido, mesmo as mais fortes encontradas fora da Europa, não causam nenhum dano.

Então, por que as pessoas estão preocupadas com a segurança do e-líquido sem nicotina? Essa é uma boa pergunta, na verdade. Retirar a nicotina do líquido certamente não a torna mais tóxica, mas há algumas perguntas legítimas a serem feitas.

Por que vaporizar e-líquido sem nicotina?

A maioria dos vapers usa e-líquido contendo nicotina, mas nem todos fazem isso. Se você está vaporizando como uma maneira de parar de fumar ou ficar longe dos cigarros, talvez não seja uma boa ideia a principio vaporizar sem nicotina. O risco possível não tem nada a ver com a vaporização; é que você pode achar o seu cigarro eletrônico tão insatisfatório que você sai e compra um maço de cigarro. Antes que você perceba, voltará a fumar um maço por dia, e isso definitivamente não é seguro.

Alguns ex-fumantes que mudaram para cigarro eletrônico querem cortar totalmente a nicotina. O segredo é diminuir gradualmente, em pequenos passos e levando seu tempo. A maioria dos fumantes que trocam o cigarro tradicional por cigarro eletrônico devem começar a usar 24mg/ml de líquido, ou 18mg/ml. Depois de alguns meses, você pode tentar reduzir para 12mg/ml e, em alguns meses, cair para 6mg/ml.

Isso parece lento, mas lembre-se que se você é um ex-fumante, seu corpo está acostumado à nicotina. Se você tentar cortar até zero em poucos meses, você provavelmente vai fracassar, e há uma boa chance de você acabar fumando novamente.

É melhor usar e-líquidos com nicotina para o resto da vida do que continuar fumando um maço de cigarro por dia. Muitos vêem o cigarro eletrônico como um modo de largar o vício de vez, e nesse caso faz algum sentido diminuir gradualmente os níveis de nicotina até usar e-líquido sem nicotina. O importante é não apressar.

O problema do não-fumante

Mas e se você quiser comprar um cigarro eletrônico e nunca fumou? Isso depende do motivo pelo qual você quer tentar. Se você é tentado a fumar, experimente um cigarro eletrônico; é uma alternativa muito mais segura. Nesse caso, por que usar nicotina se você nunca fumou?

Por outro lado, se você quiser começar a usar cigarro eletrônico porque acha legal ou está na moda a indicação é não começar. A maioria dos especialistas acredita que os cigarros eletrônicos são pelo menos 95% mais seguros do que o cigarro, mas, embora os riscos sejam muito pequenos, eles provavelmente não são zero; por que se expor a eles então?