O que é e quais são os efeitos e benefícios de vaporizar CBD?

0
8251
O que é e quais são os efeitos e benefícios de vaporizar CBD

O CBD, ou canabidiol, vem ganhando grande destaque na mídia e um aumento na sua popularidade, vaporiza-lo é uma das maneiras mais fáceis e agradáveis ​​de consumi-lo. Neste artigo vamos conhecer melhor o que é e quais são os efeitos e benefícios de vaporizar CBD.

O que é CDB?

O que é CBDO CBD é um composto encontrado em plantas de cannabis que podem ser extraídas da maconha ou cânhamo industrial e processadas para consumo em produtos orais e comestíveis, ou por inalação em e-líquidos(geralmente chamado de óleo de CBD).

O cânhamo tem sido cultivado há milhares de anos por sua fibra e, mais recentemente, como fonte de CBD. O CBD derivado de cânhamo não contém quantidades mensuráveis ​​de THC, o ingrediente psicoativo produzido pela maconha.

Vaporizar CBD é um método de consumo mais eficaz do que comê-lo porque a inalação proporciona maior biodisponibilidade. Isso significa que o usuário pode absorver mais da droga. Embora ainda haja mais para aprender sobre os efeitos a longo prazo da vaporização de CBD, vaporizar é considerado uma maneira muito mais segura de consumir do que fumar e sendo igualmente eficaz.

O CDB também pode ser tomado oralmente, você não precisa ser um vaper ou fumante para usar o óleo CBD. Há uma pesquisa considerável que suporta a crença de que o canabidiol tem efeitos positivos sobre uma variedade de condições e sintomas.

Efeitos do CBD

Os efeitos mais comuns relatados do CBD são relaxamento, alívio da dor, alívio da ansiedade e melhora geral do humor. Em doses mais elevadas, o CBD pode induzir a sonolência, mas em pequenas doses pode realmente ter o efeito oposto promovendo o estado de alerta, de acordo com um estudo realizado em ratos.

O óleo de CBD feito a partir de cânhamo normalmente não contém THC suficiente para chegar ao máximo, mas pode produzir uma sensação reconfortante sem a ansiedade, a paranóia e outros efeitos colaterais da maconha.  Geralmente quando você vaporiza o óleo de CBD sente os efeitos mais rápidos do que via oral ou um produto comestível.

Efeitos mais comuns experimentados associados ao óleo de CBD

  • Relaxamento
  • Conforto
  • Alívio da dor
  • Menos ansiedade
  • Humor melhorado
  • Sonolência(em altas doses)
  • Prontidão(em doses baixas)

Benefícios do CBD

Beneficios CBDPesquisas científicas sugerem que o CBD possui uma ampla gama de propriedades terapêuticas. Aqui estão alguns dos estudos que indicam que vaporizar CBD pode ter benefícios para vários sintomas diferentes.

Efeitos colaterais da quimioterapia

Náuseas e vômitos foram, na verdade, alguns dos primeiros sintomas a serem tratados com cannabis medicinal nos primeiros ensaios clínicos. Em 1990, uma pesquisa mostrou que mais de 44% dos membros da Sociedade Americana de Oncologia Clínica recomendaram o uso de cannabis para pelo menos um paciente de quimioterapia. Estudos conduzidos com ratos suportam a idéia de que o CBD pode ser igualmente eficaz no tratamento desses sintomas.

Efeitos anti-oxidantes e neuroprotetores

Um estudo do final dos anos 90 mostrou como o CBD pode reduzir o dano oxidativo induzido por hidroperóxido. Isto indica o potencial do canabidiol para ser um antioxidante e neuroprotetor eficaz.

Estudos adicionais têm sido feitos sugerindo que o CBD também pode ter potencial terapêutico para o tratamento dos sintomas associados à doença de Alzheimer e Parkinson.

Efeitos anti-inflamatórios

Vários relatórios indicam o efeito anti-inflamatório do canabidiol em ratos. Os dados sugerem que o CBD pode ser um tratamento eficaz para a artrite devido às suas ações imunossupressoras e anti-inflamatórias. Também foi eficaz no tratamento da constrição do nervo ciático.

Insônia

Um dos efeitos mais comuns do óleo de CBD é sonolência, especialmente quando administrado em doses mais altas. Um estudo realizado no início da década de 1970 relatou efeitos indutores do sono do CBD em roedores.

Em humanos com insônia, o CBD demonstrou aumentar o tempo de sono quando tomado em uma dose de cerca de 160 mg. Em pacientes sem insônia, um efeito semelhante foi observado em doses mais altas próximas a 600 mg. Em micro doses, observou-se que o CBD promove o estado de alerta, em vez de induzir a sonolência.

Ansiedade

Múltiplos estudos foram conduzidos indicando que o CBD pode efetivamente tratar a ansiedade. Estudos utilizando ressonância magnética funcional e tomografia computadorizada de emissão de fóton único confirmaram o efeito ansiolítico do CBD no cérebro.

Esses efeitos reguladores do humor do canabidiol também podem ser usados ​​para tratar a depressão, de acordo com outro estudo conduzido em ratos. Os pesquisadores acreditam que o CBD também tem o potencial de tratar outras formas de transtornos de ansiedade, como o TOC.

Psicose

Um estudo de 1982 sugere que o CBD pode inibir os sintomas associados à psicose. Mais tarde naquele ano, observou-se que os pacientes em um hospital psiquiátrico sul-africano experimentaram episódios psicóticos muito mais frequentes quando tratados com cannabis pobre em canabidiol.

Houve estudos adicionais mostrando como CBD pode ajudar a reduzir os sintomas psicóticos, mesmo em indivíduos saudáveis. Em 1995, um estudo de caso indicou que o CBD é também um tratamento alternativo eficaz e seguro para a esquizofrenia. Isso levou os pesquisadores a acreditar que o CBD pode ser fundamental na redução dos efeitos da psicose.

Epilepsia

Pesquisas brasileiras de 1973 mostraram que o CBD ativamente reduziu ou bloqueou convulsões em roedores, o que foi confirmado por outro estudo realizado um ano depois. Em outro estudo duplo-cego, pacientes epilépticos que receberam 200-300 mg de CBD por dia tiveram menos convulsões.

Um dos exemplos mais bem documentados foi uma jovem garota chamada Charlotte Figi, que sofria de Síndrome de Dravet, uma condição rara que a medicação convencional não era eficaz no tratamento. Ela recebeu uma tintura derivada de uma cepa muito específica, conhecida por seus baixos níveis de THC e alto CBD, que mais tarde ficou conhecida como Web de Charlotte. Hoje, Charlotte vive uma vida saudável, e seus ataques foram drasticamente reduzidos para dois ou três por mês, antes ela tinha cerca de 300 ataques por semana.

Doença cardíaca

Pesquisas adicionais sobre as propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias do canabidiol mostraram que ele previne danos causados ​​por isquemia cerebral, uma forma de doença cardíaca que pode levar a um derrame. Estudos adicionais em roedores demonstraram as propriedades cardio-protetoras significativas do CBD.

Diabetes

O efeito anti-inflamatório do canabidiol levou os cientistas a acreditar que ele poderia ser usado como um agente terapêutico para o tratamento do diabetes tipo 1. Existem estudos realizados com camundongos que mostraram uma melhora nos sintomas diabéticos. Além disso, observou-se que o CBD atenua muitos dos efeitos da glicose alta.

O CEO da ISA Scientific, Mark J. Rosenfeld, M.S., P.h.D declarou: “Ao contrário da insulina e de outros medicamentos existentes para o diabetes, o CBD pode realmente suprimir, reverter e talvez curar a doença”.

Conclusão

Apesar de todas as pesquisas já feitas, cientistas e médicos concordam que ainda há muito a descobrir sobre o potencial de vaporização do óleo de CBD. Agora que você já viu algumas das pesquisas atuais, você pode tomar uma decisão sobre se a CBD é ideal para você.Mesmo se você estiver perfeitamente saudável, poderá obter benefícios do uso de óleo de CBD. Se você acha que vaporizar não é para você, existem outras maneiras de tomar CBD.

Não é de conhecimento de todos mas no Brasil você já pode importar o CBD e no site da Anvisa tem algumas orientações sobre a importação, existem algumas etapas que devem ser feitas para fazer o seu pedido, se você tem interesse e quer se informar melhor clique aqui.