O cigarro eletrônico explode? Conheça os motivos e saiba como evitar

0
6459
Cigarro eletrônico expode
Cigarro eletrônico expode

O cigarro eletrônico explode? Milhões de pessoas em todo o mundo usam cigarros eletrônicos. Eles se tornaram populares principalmente com pessoas que procuram cortar ou deixar de usar cigarros tradicionais por completo.

Se os cigarros eletrônicos são muitas vezes relacionados com a decisão de viver uma vida mais saudável, vem em mente uma questão para a maioria das pessoas: “Quão seguros são esses dispositivos?”

Noticiários assustam os usuários com casos de explosões

Você só começa a questionar a segurança quando cada vez mais aparece em noticiários cigarros eletrônicos explodindo ou pegando fogo. Se os cigarros eletrônicos forem promovidos como uma alternativa mais segura aos cigarros tradicionais, então é necessária uma verdadeira investigação dos incidentes de explosão.

Muitas perguntas precisam ser respondidas quando se trata de cigarros explosivos. É fácil apenas ser influenciado pelas manchetes que os fazem parecer bombas. No entanto, se esse fosse o caso, milhões de pessoas no mundo ainda escolheriam vaporizar?

Lembre-se, um cigarro eletrônico é antes de mais nada um dispositivo elétrico. Qualquer dispositivo elétrico, especialmente aqueles que você conecta para carregar, corre algum risco de mau funcionamento ou explosão. Existem três peças principais que tornam o cigarro eletrônico funcional. O tanque (onde o e-líquido é armazenada), o atomizador(o elemento de aquecimento) e a bateria. Destes elementos, a bateria, parece ser a mais suspeita nos casos das explosões.

Causa das explosões do cigarro eletrônico

o cigarro eletrônico explode - Bateria explodindo cigarro eletrônico

De acordo com a FEMA, 80% das explosões de cigarro eletrônico ocorrem durante o carregamento. A causa é muitas vezes vinculada ao uso de um carregador alternativo que não foi vendido com a bateria.

Ainda assim, nem todas as incidências ocorrem quando a bateria está sendo carregada. Existem alguns casos, cerca de 12% de acordo com a FEMA, que ocorrem quando os dispositivos estão em uso ou guardados em algum lugar.

Isso pode ser devido ao risco sempre presente de usar baterias de lítio que podem guardar uma quantidade significativa de energia em um espaço pequeno.

Como a maioria dos dispositivos eletrônicos recarregáveis ​​atualmente, muitos cigarros eletrônicos possuem uma porta USB que conecta o dispositivo ao adaptador de energia. Quando desconectado do adaptador de energia fornecido pelo fabricante os cabos podem se conectar facilmente a computadores e outros adaptadores de energia.

No entanto, esse erro parece ser a causa da maioria dessas explosões de cigarro eletrônico. O uso de tais adaptadores de energia não aprovados é a causa potencial das incidências envolvendo cigarros eletrônicos explosivos. A verdade é que poucos consumidores entendem que apenas porque um plug vai caber em uma porta USB não quer dizer que seja totalmente compatível. Sem conhecer as especificações elétricas específicas de uma fonte de energia USB alternativa, bem como sua bateria, você não pode garantir uma carga efetiva ou segura.

Outros tipos de explosões são raras

Com baterias defeituosas e uso negligente, alguns cigarros eletrônicos explodem nas mãos, nos bolsos ou na boca do usuário resultando em queimaduras e principalmente lesões. Essas lesões às vezes podem ser horríveis, mas definitivamente é algo bem raro já que a incidência de explosões de cigarros eletrônicos em comparação aos usuários que existem no mundo são muito pequenas.

Precauções para evitar futuras explosões do seu cigarro eletrônico

o cigarro eletrônico explode - Explosão Cigarro Eletrônico

Você nem sempre pode se proteger de dispositivos defeituosos. Quer se trate de cigarros eletrônicos, telefones celulares ou laptops pode-se tomar algumas precauções simples para diminuir o risco de seu cigarro eletrônico explodir.

1 – Conheça sempre a sua marca e evite falsificações. Compre de uma fonte respeitável, leia as avaliações e peça conselhos para quem entende do assunto caso você precise. Em caso de dúvida, fique com uma marca americana. Os padrões de fabricação nos EUA são superiores à China de onde a maioria desses dispositivos são provenientes, tornando seus itens mais seguros em geral e menos propensos a funcionar mal.

2 – Apenas carregue com o carregador e o adaptador de alimentação fornecido com o produto.

3 – Não conecte em computadores ou outros dispositivos compatíveis com USB.

4 – Encontre um dispositivo que tenha uma bateria que você remova do atomizador para carregar, estes parecem ser mais seguros do que os modelos que ficam presos ao carregar.

5 – Nunca sobrecarregue sua bateria. Não a deixe conectado sem vigilância quando você está dormindo ou afastado da sua casa.

6 – Use cases para proteger suas baterias. Tenha cuidado ao jogar o seu aparelho no seu bolso ou bolsa especialmente se tiver chaves ou moedas pois podem comprometer a segurança das baterias.