Documentário A Billion Lives quer mudar a visão do cigarro eletrônico no mundo

0
659
Documentário
Documentário "A billion lives"

O documentário sobre cigarro eletrônico de Aaron Biebert, A Billion Lives, teve sua estréia européia com uma casa cheia no dia 26 de outubro de 2016. Um começo muito positivo para o Fórum Global sobre Nicotina e com o público concordando que o filme superou as expectativas.

documentário sobre cigarro eletrônico - David Goerlitz mostrando uma das propagandas de cigarro que fez
David Goerlitz mostrando uma das propagandas de cigarro

Um dos primeiros textos que aparecem no documentário é bem preocupante “Este século um bilhão de pessoas morrerão por fumar”. Biebert continua a enfatizar no documentário  como é grave o cigarro tradicional e descreve a história da indústria moderna e seus esforços para esconder os efeitos de seus produtos.

A primeira parte do filme é centrada em David Goerlitz, que passou de um rosto de uma das marcas de cigarros mais vendidas dos EUA para um dos maiores ativistas anti-tabagismo.

 

Na segunda parte, o foco muda para os cigarros eletrônicos e seu potencial para atuar como uma saída para o tabagismo e como poderia salvar um bilhão de vidas neste século. Para explicar este potencial, Biebert reuniu um formidável elenco de especialistas, incluindo o ex-chefe de controle de tabaco da Organização Mundial de Saúde, Dr. Derek Yach, e o ex-presidente Dr. Delon Human.

Aaron Biebert é um mestre em suas filmagens e conseguiu capturar a energia e otimismo da comunidade do cigarro eletrônico sem precisar recorrer a clichês. O entusiasmo do ativista anti-tabaco de longa data, Clive Bates, ex-chefe da Ação sobre Fumar e Saúde do Reino Unido, foi particularmente persuasivo.

documentário sobre cigarro eletrônico - Aaron Biebert a direita
Aaron Biebert a direita

A Billion Lives é um documentário sobre cigarro eletrônico mas também sobre corrupção.

O desconforto de Biebert contra a oposição à nova tecnologia é clara e eficaz, e torna-se ainda mais, pois ele começa a entender porque muitas pessoas estão tentando acabar com o cigarro eletrônico.

A resposta é previsível, dinheiro. Enquanto Biebert certamente não hesita em criticar a indústria do tabaco, logo fica claro que eles estão longe de serem os maiores vilões. As empresas farmacêuticas têm se dado muito bem com as vendas de produtos de para substituição de nicotina e eles não pretendem perder essa renda.

O mais perturbador de todos, no entanto, é a revelação de que o controle do tabagismo tem muito a perder se os fumantes mudarem para o cigarro eletrônico. Biebert nos informa que o controle do tabagismo está longe de serem ativistas dedicados buscando doações públicas.

É uma indústria de 15 bilhões de dólares e com salários gigantes. Não é uma surpresa que eles não gostam de ameaças à sua renda e status mas o fato de que as pessoas cujo negócio deveria ser o de proteger nossa saúde estão dispostos a sacrificá-lo por dinheiro não é muito agradável.

documentário sobre cigarro eletrônico - Documentário a Billion Lives

Esta não é uma produção de baixo orçamento e eles fizeram um trabalho incrível de capturar o mundo distorcido dos controladores do tabaco que estão dispostos a proteger as vendas de cigarros para manter poder e riqueza.

No geral, este é um documentário sobre corrupção e mostra como a corrupção pode ser prejudicial. Se A Billion Lives pode levar essa mensagem para telas em todo o mundo, pode ser uma das mais influentes obras de mídia da década.

Ative a legenda e assista ao trailer deste documentário logo abaixo: