Cigarro eletrônico seguro: Como calcular a lei de Ohm

0
6764

A lei de Ohm são fórmulas, geralmente descritas dentro de um triângulo, e qualquer pessoa pode aprender e usar as fórmulas facilmente com qualquer calculadora comum. O objetivo aqui é mostrar as fórmulas por trás da Lei de Ohm e, esperamos, dar-lhe uma compreensão das relações entre os diferentes elementos de um circuito eletrônico básico relacionados ao cigarro eletrônico. Neste artigo vamos mostrar como calcular a lei de Ohm para aumentar a segurança e evitar qualquer tipo de problema com o seu cigarro eletrônico.

O que é a lei de Ohm?

Lei de Ohm é um termo que se refere a uma das relações mais fundamentais encontradas em circuitos eletrônicos. Afirma que a corrente é diretamente proporcional à tensão. Isso significa que, se você aumentar a tensão através de um circuito com uma resistência fixa, a corrente aumentará. Por outro lado, se você diminuir a tensão, a corrente diminuirá.

Por que a lei de Ohm é importante para o cigarro eletrônico?

A segurança é uma preocupação vital em tudo o que fazemos. Também é uma preocupação para o cigarro eletrônico. Ao construir seu próprio mod, uma das coisas que você deve considerar é se as bobinas estão dentro dos limites seguros da sua bateria. Isso permitirá que você continue a mexer e ajustar sua construção até obter a experiência que deseja.

Sempre que você vaporiza, você precisa lembrar que você está segurando um tubo de metal com uma bateria de alta voltagem. Você tem isso em suas mãos ou no seu bolso. Você também está segurando-os perto de seus olhos, boca e rosto. Isso é muito poder que você não quer deixar ao acaso.

Entender a lógica e o funcionamento interno por trás dos cálculos que podem garantir a segurança de alguém é importante. O triângulo mostrado abaixo descreve a relação entre tensão, corrente e resistência.

O triângulo

Cigarro eletrônico seguro: Como calcular a lei de Ohm - Triângulo

Dentro do triângulo você pode ver os três elementos principais em qualquer circuito elétrico, representado pelas letras V, R e I.

V = Voltagem ou Tensão (sua voltagem da bateria)
I = Corrente Elétrica (a amperagem da sua bobina)
R = Resistência (a resistência, em ohms, da sua bobina)

O triângulo representa visualmente a relação entre tensão, corrente e resistência. Nos exemplos a seguir, exploraremos como usar o triângulo e as fórmulas para ajudar você a criar bobinas que segmentam a corrente e a potência desejadas.

Cálculo da corrente

Se você quiser determinar o consumo atual através de uma resistência (sua bobina), a fórmula é:

I = V ÷ R

Como chegamos a isso? Olhe para o triângulo e você verá que para resolver a corrente (I) você deve dividir a tensão (V) pela resistência (R).

Vamos colocar a fórmula para funcionar em um exemplo da vida real. Se você estiver usando um Mod, com uma bateria recém carregada, você teoricamente tem 4.2 V disponível para alimentar sua bobina. Sua bobina tem 0,5Ω, sabendo isso você tem tudo o que precisa para determinar a corrente, em amperes:

I = 4,2 V ÷ 0,5 Ω
I = 8,4 A

Como você pode ver, com sua bobina de 0,5 ohm e uma bateria recém carregada a 4,2 volts, o consumo de corrente máxima resultante será de 8,4 amperes. Se a sua bateria tiver um limite de 10 amperes, você estará bem abaixo do limite.

Não se esqueça de que o uso de um mod mecânico duplo na configuração em série duplicará o consumo de seu amplificador por bateria e você terá que construir bobinas com resistência duas vezes maior para ser seguro.

Observe também que, à medida que a bateria se esgota, a corrente também diminui. Por exemplo, quando a bateria atinge 3.7 volts com a mesma carga, a corrente cai para 7.4 amperes (3.7 volts ÷ 0.5 ohms).

Cálculo da potência

A próxima coisa que você precisará saber é a potência gerada na bobina. Não é mostrado no triângulo, mas a fórmula é simples. Basta multiplicar a corrente no seu circuito pela tensão aplicada:

P = V x I

Em nosso exemplo original, a fórmula ficaria assim:

P = 4,2 V x 8,4 A
P = 35,3 W

De modo que a bobina de 0,5 ohm com uma bateria totalmente carregada de 4,2 volts extrairá um máximo de 8,4 ampères e fornecerá 35,3 watts. Você pode ver que à medida que a resistência de sua bobina aumenta, a corrente cairá e a potência também.

Cálculo da resistência

A segunda fórmula da Lei de Ohm que pode ser útil é calcular a resistência. Digamos que você tenha uma bateria com um limite de corrente de 10 amperes e queira determinar a menor resistência de bobina que pode ser executada com segurança sem exceder o limite da bateria.

Para calcular, você usaria a seguinte fórmula:

R = V ÷ I

Como você sabe que o limite da bateria é de 10 amperes, você pode querer atingir 9 amperes em seu cálculo, para obter um aumento de 1. Você também sabe que sua voltagem máxima será de 4,2 volts com um único mod de bateria. Então o cálculo é assim:

R = 4,2 V ÷ 9 A
R = 0,47Ω

O resultado informa que seu limite inferior seguro com a bateria de 10 A é 0,47 ohms – qualquer valor menor e você corre o risco de exceder o limite atual da bateria. Claro, se você tiver uma bateria de 25 ampères, sua baixa resistência cai para 0,17 ohms:

R = 4,2 V ÷ 25 A
R = 0,17Ω

Calculando a voltagem

Usando o triângulo você pode resolver a voltagem em um circuito, contanto que você conheça os valores das outras duas variáveis.

Para resolver a tensão quando a corrente e a resistência são conhecidas, a fórmula é:

V = I x R

Conclusão

As fórmulas mais úteis para os vapers são as três que calculam a potência da corrente (I = V ÷ R) (P = V x I) e a resistência (R = V ÷ I). Eles permitirão que você descubra a corrente que sua bobina irá extrair e a potência resultante. À medida que você aumenta a resistência, a corrente e a potência caem. Se você diminuir a resistência, a corrente e a potência aumentarão. A fórmula de resistência permite calcular uma baixa resistência segura com base no limite da sua bateria.

SEMPRE suponha que a voltagem da bateria é o equivalente a uma bateria totalmente carregada: 4,2 volts para um mod de bateria única ou mod de bateria paralela, ou 8,4 volts para um mod de duas séries. As pessoas vão argumentar que a bobina nunca vai ver que a tensão da bateria real devido à queda de tensão dentro do mod, mas para estar seguro SEMPRE use a tensão teórica completa da bateria (com carga total) em seus cálculos.