4 dicas para quando for comprar seu próximo vape ou vaporizador de ervas

0
2331
4 dicas para quando for comprar seu próximo vape ou vaporizador de ervas

Não importa a sua experiência, aprender como escolher seu vape ou vaporizador de ervas não é uma tarefa tão fácil. Há muitas coisas a considerar ao comprar um vape ou vaporizador de ervas. Neste artigo daremos 4 dicas para quando for comprar seu próximo vape ou vaporizador de ervas e esperamos que isso ajuda na sua escolha.

1 – Qual substância você quer usar no aparelho?

A primeira coisa que você precisa descobrir é qual substância você gostaria de colocar dentro do aparelho. Cada um é otimizado dependendo do que e como você gostaria de “fumar”. Comprar algo que não combina com sua substância pode fazer você gastar dinheiro de bobeira e desperdiçar muito tempo!

Para usar erva seca ou THC concentrado também chamado de cera você tem que comprar um vaporizador de ervas. Caso você queira usar e-líquidos também conhecidos como juices os mais indicados são os cigarros eletrônicos popularmente conhecidos como vape. Você pode até encontrar vapes que sejam adequados para o CBD, caso tenha essa preferência.

Certifique-se de fazer uma boa pesquisa na internet e até mesmo pedir ajuda na loja virtual de sua preferência, já existem muitas lojas confiáveis e boas no Brasil, isso garante que você obtenha exatamente o que precisa.

2 – O método de aquecimento

Você pode escolher entre dois métodos de aquecimento de suas ervas e/ou e-líquidos:

Condução – a fonte de calor do aparelho está em contato direto com sua substância
Convecção – A fonte de calor viaja indiretamente, impedindo a combustão das ervas

Se você fuma ervas secas no seu vaporizador de ervas, há uma chance de você não queimar as ervas nem com a condução porém muitos vaporizadores de ervas de condução não fazem um trabalho bom o suficiente para aquecer todas as ervas dentro mas se você usar e-líquidos ou concentrados, o método de condução é o caminho certo a seguir.

Os métodos de convecção são mais complexos. Eles aquecem ervas sem queimar e muitas delas também permitem controlar a temperatura interna portanto caso opte por um vaporizador de ervas o método de convecção geralmente é o mais indicado. Muitas pessoas que tem conhecimento em vaporizadores de ervas recomendam a convecção. É o método preferido, pois oferece uma qualidade de vapor mais alta e com menos chances de queimar sua erva.

3 – Vida útil da bateria

Nem todos os vapes e vaporizadores de ervas são fabricadas com a mesma vida útil da bateria. Para quem não pode sair de casa sem ele e fica fora de casa a maior parte do tempo, uma bateria grande é vital. Produtos menores e mais baratos normalmente terão uma duração mais curta da bateria. Aparelhos maiores de marcas conhecidas e caras geralmente têm a maior duração da bateria.

Isso não significa que não existem vapes bons e baratos por aí. Basta procurar o mAh (horas em miliamperes) em cada descrição do produto que você procurar na loja e escolher aquele com o número mais alto. Quanto mais alto o número de mAh mais a bateria tende durar.

4 – Seu orçamento

Obviamente, você sempre deve considerar seu orçamento, independentemente do tipo de compra que está fazendo. Geralmente quanto mais barato o vape ou vaporizador de ervas que você escolher, menor será a sua qualidade e será necessário substituí-lo em pouco tempo fazendo com o que o barato saia caro.

Economizar um pouco de dinheiro para a compra é vital. Você pode gastar até R$ 600,00 em vapes e até R$ 1600,00 em vaporizadores de ervas se quiser uma marca de alta qualidade com uma bateria considerável. Qualquer coisa abaixo de R$ 100,00 muito provavelmente não valerá o custo benefício.

Conclusão

Comprar seu vape ou vaporizador de ervas é uma grande decisão, mas não precisa ser estressante. Pesquisar o que você deseja antes de comprar ou perguntar para pessoas mais experientes é a melhor maneira de fazer uma compra certa. Importante também sempre lembrar que você deve escolher o aparelho que melhor se adeque a você e isso é uma escolha pessoal.